Greasy Fork is available in English.

Scripts de usuário possuem a capacidade técnica de carregar e executar outros scripts. A chave de meta dados @require é a maneira mais direta de fazer isso, mas os scripts também podem, por exemplo, usar um XmlHttpRequest para baixar um script ou então injetá-lo no DOM.

Da mesma forma que isso é uma ferramenta útil e a maioria dos autores de scripts a usem para propósitos legítimos, também pode ser usada para fins maliciosos. Um dos princípios do Greasy Fork é que o usuário deve poder inspecionar o código de um script. Scripts externos podem não cumprir este princípio de diversas maneiras: eles podem mudar sem aviso ou histórico, podem servir para diferentes códigos de diferentes pessoas, e podem ser usados para esconder códigos maliciosos entre bibliotecas conhecidas. Mesmo se alguém checar um script externo e determinar que ele é legítimo, isso não garantirá que esse script sempre tenha sido ou sempre será legítimo.

Para permitir que autores de script continuem usando scripts externos, o Greasy Fork implementou uma lista de padrões de URL permitidas que podem ser incluídas com um script. Essa lista consiste em scripts vindos de locais que:

A lista atual é:

Se você tentar publicar um script que usa um @require de fora desses lugares, você não conseguirá salvar seu script.

Se o script que você deseja incluir é uma biblioteca JavaScript (jQuery ou YUI, por exemplo), tente encontrá-la em um dos sites listados acima. cdnjs e jsDelivr em particular possuem um grande número de bibliotecas disponíveis.

Se o script que você deseja incluir não estiver disponível nos sites acima, fale conosco e iremos encontrar algum outro lugar em que ela esteja (ou a hospedarmos nós mesmo!).

Se o script que deseja incluir foi escrito por você, você pode enviá-lo como um script separado no Greasy Fork escolhendo o tipo de script "Biblioteca". Com isso você poderá incluir esta nova biblioteca no seu script.